toda mulher tem uma história para contar

No mês de maio, captamos 13 histórias. Mulheres, das mais distintas, deram voz às peças da Ovelha Negra num editorial que transformou a vulnerabilidade de ser fotografada vestindo lingerie, em força. Elas narram seus roteiros de lutas e conquistas individuais, e emprestaram à nossa campanha um semblante único.

Lala Luz é personagem da vida no graffiti. Mulher, artista, sua luta é por espaço. Por respeito. “A galera ainda acha que mulher não tem o pique pra pintar na rua; seja no vandalismo, seja no mural. E eu estou pra quebrar isso, eu estou lá para representar a mulher na rua”.

Acostumada às câmeras em sua trajetória paralela como modelo, um acidente que aconteceu logo após o ensaio, a fez se enxergar com outros olhos. “Isso mudou minha perspectiva de me ver, por que eu perdi o meu dente da frente”. Os dentes, separados, eram marca registrada de Luz.

“Deus sabe o quanto eu demorei para me aceitar com meu dente separado, então foi uma quebra muito grande na minha autoestima”. No processo de recuperação, ela revela o quanto se ver antes do atropelamento, no ensaio, em uma lingerie, a fez recuperar também o sentimento de confiança.

“Eu me senti linda! Depois que eu recebi as fotos do ensaio, isso me fez ficar feliz por que eu vi como eu era e como eu sou maravilhosa! As fotos foram um redescobrimento de autoestima muito grande pra mim”.

“Agora eu estou muito melhor, estou muito mais forte do que antes” – Lala Luz

Queremos ouvir de você, qual a sua história? Conte pra gente nos comentários do blog ou envia uma mensagem nas nossas redes, vamos amar te conhecer! 🙂

Leave a Reply