sobre votar

“Mulheres fortes levantam-se por si mesmas. Mulheres ainda mais fortes levantam-se por todos os outros.”

O voto é uma conquista. As mulheres lutaram para poder votar e no Brasil só obtivemos esse direito em 1932. Atualmente, nós somos menos de 10% da câmara dos deputados, embora sejamos também 51% da população nacional. Mas hoje, falamos não somente em votar, mas em votar de forma consciente. Isso quer dizer olhar pra dentro e refletir quais são seus valores e ideais de sociedade, mas também olhar para fora e buscar referências e informações verídicas a respeito dos candidatos que intencionamos, e definir com embasamento pela opção que mais representa nossos valores.

Embora as informações possam ser encontradas em sites e aplicativos didáticos atualmente, ainda assim, são tempos difíceis. Nunca tivemos tanta clareza e ao mesmo tempo, tanta dificuldade em nos comunicarmos. Eu mesma nunca pensei que teria a oportunidade de conversar sobre questões tão essenciais pra mim e importantes com pessoas que nunca tiveram abertura para ouvir. Dentro de casa, o assunto política não era abordado, muito menos em eventos sociais, da forma como estou vendo acontecer. O que por um lado pode ser pesaroso e difícil, pode ser também a luz no fim do túnel: alguma coisa mudou.

Nunca tivemos a oportunidade de expor nossas opiniões com tanta clareza e convicção quanto hoje, e por mais que a luta pareça inglória, ela não está perdida. Há esperança e independentemente dos resultados, continuaremos trabalhando por tudo aquilo que sempre trabalhamos: igualdade e respeito, entre os sexos, etnias e entre diferentes orientações. O importante é seguirmos firmes e de cabeça em pé sabendo ter feito a escolha que mais acalma nossos corações. Resistiremos.

Estamos juntas ♡

Xo,

Duda

Leave a Reply